Luciano Fernandes Novaes

Compartilhe

 

plataforma_terraqueosTemos um hábito equivocado de sempre imputar nas costas do poder público todas as responsabilidades pelo cuidar da nossa cidade. Muitas vezes esquecemos que somos nós os grandes agentes de mudanças.

Moramos em frente de um equipamento público da Prefeitura de Contagem, nossa querida cidade: o Arquivo Municipal. Hoje pela manhã, por volta das 11h, ao sair para pegar meu carro no lava jato, deparei com uma cena que me deixou ainda mais motivado em fazer a nossa parte. Os servidores daquele setor descartaram vários resíduos recicláveis no passeio, oriundos do trabalho do dia-a-dia deles. Vale lembrar que nossa coleta somente acontece nas terças, quintas e sábado, até as 8h. Vejam as fotos, em anexo. Em outras situações para nós isto talvez nos incomodaria um pouco, ficaríamos aqui xingando as pessoas e ao final não faríamos nada. Mas, há três anos meus filhos nos apresentaram um Projeto do Colégio Santo Agostinho Contagem chamado Plataforma Terráqueos. Dentre várias ações há uma que nos provocavam em não mais descartar os resíduos secos para serem recolhidos pela Prefeitura. Disponibilizavam alguns sacos grandes para as famílias Agostinianas e caberiam a nós recolher com critérios todos os itens dentro da nossa casa, para depois os nossos filhos, rotineiramente, levassem para o Colégio para o descarte. A coisa foi tão boa que adotamos este procedimento para o nosso condomínio. Hoje a grande maioria das famílias do nosso prédio não mais fazem o descarte de resíduo seco na lixeira do prédio.

plataformaterraqueosPois bem, após perceber que os descartes do Arquivo Municipal poderiam ter um destino certo, não pensamos duas vezes. Colocamos todos os sacos dentro do nosso carro e partimos para a Secretaria Adjunta de Obras e Serviços Públicos para o descarte. E mais, chegando lá chamamos a Srta. Natali, responsável pela Coleta Seletiva, que nos recebeu de forma espetacular e propomos que a Prefeitura disponibilizasse um recolhedor para o Arquivo Municipal. Ou seja, vamos matar dois coelhos com uma pancada só: 1º) resolver o problema de um grande número de descarte do Arquivo Municipal e; 2º) facilitar ainda mais os descartes do nosso Condomínio, pois a agora o recolhedor está em frente da nossa casa. E pensamos ainda mais longe: planejaremos junto com o Colégio Santo Agostinho, a Prefeitura e os vizinhos uma campanha na nossa rua e arredores para que todos façam o descarte no coletor adequado que se instalará no Arquivo Municipal.

 

Luciano Fernandes Novaes - Pai de aluno