Um Dia sem Sapatos - 2015

Compartilhe

23/04/2015

 

Celebramos, no dia 16 de abril, com alegria, arte e muita emoção o Dia sem Sapatos 2015! Foi um dia inspirador: reflexões, músicas, gestos sinalizaram para todos a importância das pequenas ações que, somadas, promovem grandes feitos. Doar um sapato, uma roupa nos inspira a pensar: “a vida de cada pessoa importa! Nós nos importamos com a vida das pessoas”.

Ouvimos o depoimento de Maurício Alves Pereira, o conhecido “Tio Maurício”. Há mais de 35 anos ele optou por dedicar-se integralmente ao serviço dos mais pobres e necessitados. Despojou-se de tudo e viveu, ele mesmo, a pobreza -  sem sapatos e com muita escassez: pouca água, comida, moradia, tudo isso como fruto de uma profunda experiência espiritual, que o impulsionou a solidarizar-se com tantos necessitados. Ainda hoje ele  se dedica a crianças, jovens, idosos com baixa renda. 

Os grupos de dança do Colégio, novatos e veteranos, nos ajudaram a compreender que “só o que faz bem ao homem pode fazê-lo feliz” – palavras de Santo Agostinho! Música e dança nos introduziram no mundo da arte, da criatividade, da beleza. Felicidade que se expressa na liberdade, no sorriso, no movimento do corpo! 

O Colégio Santo Agostinho se propõe a ser uma escola a serviço da vida! Nosso lema é “promover a vida por meio da fraternidade, da educação e da justiça social”. Somos parte de uma rede que envolve outros colégios, escolas, instituições que acreditam na educação como uma plataforma fundamental no crescimento e desenvolvimento das pessoas. Ouvimos, assim, depoimentos de alunos do Colégio Frei Carlos Vicuña, colégio integrante dessa rede. Eles nos disseram com grande vigor e autenticidade a importância da educação e do ensino em suas vidas. 

Santo Agostinho dizia que “as boas obras são consequência das boas intenções. E as boas intenções nascem da fé”. A fé é também uma força inspiradora para a vida de muitas pessoas. Com a sabedoria que lhe vem da fé e da vida,  o padre Paulo Gabriel, presidente da SIC – Sociedade Inteligência e Coração – nos dirigiu suas palavras poéticas e inspiradoras, sintetizando o dia de comemorações.

 

Prestação de contas: 
Foram arrecadados cerca de 1,5 tonelada de utensílios (calçados, roupas e cobertores), doados para o Projeto Ser Humano (ONG de Contagem), Casa Madre Teresa (administrada pelo tio Maurício, no bairro Santa Efigênia) e ao Centro de Educação Infantil Zélia Aleixo (Associação Pequeno Jornaleiro, Santa Efigênia).

 

Veja este texto também no blog do DEPAS

 

Clique aqui e veja as fotos do evento

Turno da manhã

Turno da tarde