“Até 80% da madeira retirada da Amazônia é ilegal”

Compartilhe

07/10/2014



“Até 80% da madeira retirada da Amazônia é ilegal”. Assim começa o penúltimo vídeo que o Greenpeace lança em parceria com a produtora o Bijari.

O mercado de madeira da Amazônia, responsável por movimentar cerca de 5 bilhões de reais ao ano, está fora de controle. Precisamos pressionar os candidatos por uma política eficiente de combate à extração ilegal de madeira, que contribui para a destruição da floresta e graves conflitos sociais.

“Em 5 anos, encheram 950 mil caminhões de madeira ilegal. Em fila, eles iriam de São Paulo à Paris.” – Assista ao vídeo!

Essa ilegalidade rende enorme perda florestal. Apenas entre 2007 e 2012, o equivalente a uma área de 64 mil campos de futebol foi explorada de forma criminosa. Outra grave consequência é a violência no campo: “E o poder finge que não vê a corrupção e a guerra sangrenta pelas matas. 448 pessoas mortas entre 2004 e 2013.”, narra o vídeo. O Brasil é o país que mais vitima pessoas que lutam por direto à terra e pela proteção à floresta em todo o mundo.

O próximo presidente da República precisa reformar o sistema de fiscalização, desfazendo a impressão de que o poder público faz vistas grossas em relação ao caso.

Demande uma solução para o caos madeireiro. Acesse pressioneverde.org.br e cobre os candidatos!

Abraços,

Marcio Astrini
Greenpeace Brasil