Lutas indígenas e Indígenas que Lutam por Educação de Qualidade

Compartilhe

Galeria de Fotos

Lutas indígenas é um tema que faz parte do conteúdo de Educação Física. Ao longo das aulas, os estudantes trouxeram o seguinte questionamento “como é a escola nas aldeias?”. Por isso, os professores de Educação Física, História e Artes convidaram os professores Pataxós Japoteru e Mahan da aldeia Pataxó (Carmésia/Vale do Aço) para dar uma aula no Colégio Santo Agostinho, conforme fazem em sua aldeia. E eles nos disseram que: “conforme se faz na aldeia, precisamos sentar sempre em círculo, todos precisam se olhar e ouvir,  o que é ensinado deve ser também praticado na vida. Aprender a nadar, pescar, a ouvir os mais velhos é questão de sobrevivência e respeito a nossa cultura” (Professor Mahan). Nessa ótima oportunidade para refletir a respeito da diversidade do povo brasileiro e das lutas empreendidas pela comunidade indígena no Brasil para garantir educação de qualidade, nossos estudantes traduziram o que foi ouvido em cenas e imagens teatrais utilizando técnica trabalhada nas aulas de arte, fizeram muitas perguntas, apresentaram as lutas aprendidas durante as aulas de Educação Física. É importante destacar que na única escola da aldeia Pataxó de Carmésia nenhum professor é concursado, os professores indígenas não são reconhecidos como categoria e é recente a implantação de cursos de formação específica que levam em conta a cultura, o ensino da língua e das tradições feitas por professores das aldeias.

Certamente que a visita nos fez refletir a respeito de o quanto ainda precisamos aprender e dialogar.

Abaixo seguem os objetivos do trabalho desenvolvido e depoimento de um estudante.

  Ter acesso à história e cultura do povo indígena de uma forma mais ampla, enaltecendo as diferenças para que não haja preconceito ou discriminação.

  Analisar a situação dos povos indígenas de Minas Gerais e do Brasil atual.

  Analisar as políticas públicas voltadas para os povos indígenas.

  Propiciar uma troca de saberes entre a cultura indígena e a cultura dos estudantes.

  Reconhecer brincadeiras típicas da cultura indígena na nossa cultura.

  Distinguir os diferentes tipos de lutas da cultura indígena.

  Reconhecer por que os elementos da cultura indígena não são tão presentes na nossa cultura.

  Comparar as vivências das lutas e brincadeiras com as existentes nas aldeias indígenas.

  Estimular o debate e o desenvolvimento de uma consciência crítica acerca do tema.

Salvar

Salvar

Salvar