O que é a guerra das energias?

Compartilhe

É cada vez mais urgente e importante para a escola preparar os estudantes para lidarem com contextos adversos relacionados às mudanças climáticas que, infelizmente, se estabelecem a cada dia. Por isso, professores de diversas disciplinas criam estratégias para levar os estudantes a refletirem, tomarem posição, fazerem escolhas mais conscientes, a pensarem em soluções sustentáveis para sua sobrevivência no futuro. Uma dessas estratégias é a “Guerra das energias”, um debate regrado no qual a turma é dividida em grupos que precisam estudar os tipos mais comuns de energia produzidas atualmente. Nessa atividade, cada grupo deve preparar argumentos a favor e contra cada um deles, levando em conta aspectos econômicos e ecológicos e, durante o debate, vender um tipo de energia específica para um outro grupo. Esse tipo de trabalho busca fazê-los pensar em por que é importante para o Brasil investir em energia solar, ou por que os países produtores de petróleo resistem à implantação de energias mais limpas.

O trabalho é desenvolvido pelas disciplinas de Geografia e Ciências e aplicam estratégias de argumentação desenvolvidas na Língua Portuguesa.

Salvar

Salvar