Hora do Planeta 2015 é lançada com a adesão de capitais nas cinco regiões do Brasil

Compartilhe

 

Pelo sétimo ano consecutivo, a organização ambientalista WWF-Brasil promove no País a maior mobilização mundial contra as mudanças climáticas. No sábado 28 de março, milhares de cidades, empresas e pessoas voltarão a apagar suas luzes por sessenta minutos, entre 20h30 e 21h30.

A campanha tem início com a adesão confirmada de quarenta cidades brasileiras, incluindo uma capital em cada região do Brasil: Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Goiânia e Manaus.

 

Crise Hídrica

Diretamente relacionado às mudanças climáticas, o problema tem afetado ao menos 40 milhões de brasileiros. A falta d’água também impacta a produção de energia, concentrada no sistema de hidrelétricas no Brasil. Por consequência, as duas crises incidem sobre a economia, que sofre com queda da produção agrícola e industrial. Diante desse cenário, a Hora do Planeta 2015 irá ressaltar a relação entre a crise hídrica e as mudanças climáticas (foco da campanha mundial).

“A conservação do meio ambiente deixou de ser focada no bem-estar das gerações futuras, para ser uma grande questão da geração atual”, afirma a secretária-geral do WWF-Brasil, Maria Cecilia Wey de Brito. “Este ano, os efeitos da devastação, que já vêm nos atingindo há tempos, pode ser sentido de forma ainda mais contundente – e em vários pontos do mundo”.